News

Exposição “Plantas e Povos”, no MUHNAC: investigadores cE3c entre os comissários científicos

20/04/2017. Texto de Marta Daniela Santos.

É inaugurada esta quinta-feira 20 de abril, às 18h00, a exposição “Plantas e Povos”, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC). E entre os comissários científicos da exposição encontram-se as investigadoras cE3c Maria Cristina Duarte, Ana Isabel Correia e Ireneia Melo, do grupo Natural History & Systematics.

A exposição baseia-se no conhecimento etnobotânico tropical no que respeita ao uso tradicional e local da flora pelas populações africanas, asiáticas e americanas, mas também na incorporação na ciência europeia a partir do império colonial português, com particular ênfase nos séculos XIX e XX. Na exposição será possível observar objetos etnobotânicos e etnográficos, fotografias e filmes das coleções provenientes do Instituto de Investigação Cientifica Tropical e do MUHNAC.

É também comissário científico da exposição o historiador/museólogo David Felismino, do Museu da Saúde. 

A exposição estará patente ao público no MUHNAC durante os próximos meses.

 

Relacionado:

Notícia no Público: Como o banco de um curandeiro diz muito sobre a forma de fazer ciência


Tags: NHS

Other Articles

  • cE3c envolvido na impressão de suportes de viseiras para equipas de trabalho médico

    Others cE3c contribui para a impressão de suportes de viseiras para profissionais de saúde

  • Cancelamento de atividades do cE3c – Plano de contingência COVID-19

    Others Cancelamento de atividades do cE3c – março de 2020 - Plano de contingência COVID-19

  • Poda de Formação de Fuste em Sobreiros Jovens | 25 janeiro, Herdade da Ribeira Abaixo

    Others Poda de Formação de Fuste em Sobreiros Jovens | 25 janeiro, Herdade da Ribeira Abaixo

  • À (Re)descoberta da Natureza

    Others À (Re)descoberta da Natureza

  • Dia Aberto de Produtores - 17 dezembro, Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa

    Others Dia Aberto de Produtores - 17 dezembro, Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa