News

200 exemplares do jogo "Insetos em Ordem" para oferecer às escolas públicas


Photos Gallery

6/02/2017. Texto de Patrícia Garcia-Pereira, com edição de Marta Daniela Santos. Notícia com base em comunicado de imprensa, disponível aqui.

O cE3c lança o programa "Vamos jogar aos Insetos em Ordem nas Escolas?”, que oferece quatro exemplares por escola aos primeiros professores interessados em participar num programa de avaliação da utilização do novo jogo em aulas de Ciências da Natureza e Biologia.

Os insetos são o grupo de animais com maior diversidade e biomassa de qualquer ecossistema terrestre. Em Portugal existem mais de 20 000 espécies conhecidas, com as mais diversas morfologias e ciclos de vida, que desempenham diversas funções vitais para o correto funcionamento dos ecossistemas. Apesar da sua importância ecológica, são um grupo tradicionalmente esquecido nos programas curriculares de Ciências da Natureza e Biologia do ensino básico e secundário.

O que são insetos? Como se identificam? Quais as características das ordens mais importantes? Que serviços de ecossistemas desempenham? Qual o ciclo de vida de algumas das espécies comuns que podemos observar em Portugal? Estas e muitas outras questões são exploradas no novo jogo que constitui mais uma iniciativa de divulgação científica que pretende contribuir para a transmissão do conhecimento e aprendizagem de forma lúdica e divertida.

O jogo "Insetos em Ordem" foi concebido para a realização de aulas práticas sobre a diversidade e conservação de insetos, especialmente adequado aos programas curriculares do 5º, 8º e 11º ano. É um jogo de tabuleiro para um máximo de quatro jogadores ou equipas, que mistura influências de jogos tradicionais como o Bingo, Monopólio, jogo da Glória ou Trivial Pursuit.

O cE3c lança o programa “Vamos jogar aos Insetos em Ordem nas Escolas?“, desafiando os professores das escolas públicas a jogar o jogo "Insetos em Ordem" com os seus alunos em aulas curriculares de 90 minutos. A ficha de inscrição está disponível para preenchimento em https://jogoio.typeform.com/to/xueWdc 

Os jogos serão enviados para as escolas após a inscrição. Depois da realização de cada atividade, os professores deverão responder a um questionário de avaliação da iniciativa e motivação dos alunos, disponibilizado também na Internet. Os resultados dos questionários deste ano letivo serão objeto da dissertação de João Castelo Branco, estudante do Mestrado em Biologia da Conservação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e com orientação de Patrícia Garcia-Pereira e Rui Rebelo.

Estão disponíveis 200 exemplares do jogo "Insetos em Ordem" para oferecer às escolas públicas de todo o país, apenas com o custo para os estabelecimentos do envio do material por correio (quatro exemplares para cada escola). Os jogos serão enviados para as escolas dos primeiros professores inscritos.

Aos professores participantes será enviado um guião da atividade, com uma descrição pormenorizada do jogo, e informações adicionais sobre os conceitos científicos abordados. Podem igualmente submeter todas as dúvidas através do e-mail jogoinsetosemordem@gmail.com .

A autoria do jogo é das investigadoras Patrícia Garcia-Pereira (cE3c) e Eva Monteiro (Tagis), a partir da exposição Insetos em Ordem, que continua em itinerância pelo país. Foi desenvolvido pelo cE3c, pelo Museu Nacional de História Natural e da Ciência, e pela associação Tagis – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal, no âmbito de “O Mundo na Escola”, um programa de divulgação de ciência nas escolas do Ministério da Educação e Ciência (2012/15), com financiamento da Ciência Viva e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

 

Press coverage: [Wilder], [InfoFCUL], [Os Dias do Futuro] (11 fevereiro 2017).

Other Articles

  • Dia Mundial do Ambiente 2020 no cE3c

    Project Dia Mundial do Ambiente 2020 no cE3c

  • Invertebrados da Lista Vermelha procuram-se: campanha de ciência-cidadã

    Project Invertebrados da Lista Vermelha procuram-se: campanha de ciência-cidadã

  • Projeto INVAXEN ganha o Prémio BiodivERsA para Excelência e Impacto

    Project Projeto INVAXEN ganha o Prémio BiodivERsA para Excelência e Impacto

  • Projeto europeu H2020 MaCoBioS com coordenação científica nacional de cientista do cE3c

    Project Projeto europeu H2020 MaCoBioS com coordenação científica nacional de cientista do cE3c

  • COVIDETECT – Projeto pretende criar um sistema de alerta precoce da presença do vírus SARS-CoV-2

    Project COVIDETECT – Projeto pretende criar um sistema de alerta precoce da presença do vírus SARS-CoV-2