News

Publicado o primeiro Guia de Peixes de Água Doce e Migradores de Portugal Continental


Photos Gallery

10/03/2021. Texto de Marta Daniela Santos e Maria João Collares-Pereira.

Já está disponível nas livrarias o primeiro “Guia de Peixes de Água Doce e Migradores de Portugal Continental”. Foi desenvolvido por uma equipa de especialistas portugueses e convida os leitores a mergulhar nos rios de Portugal continental para conhecer a diversidade de peixes que os habitam.

Os peixes de água doce são um dos grupos de vertebrados mais ameaçados em todo o mundo. Portugal não é exceção, com mais de 60% das espécies nativas em risco de extinção. O “Guia de Peixes de Água Doce e Migradores de Portugal Continental”, agora publicado, surge numa altura em que o agravamento das pressões sobre os ecossistemas fluviais em Portugal e em toda a região mediterrânica, devido à destruição de habitats, à introdução de espécies exóticas e às alterações climáticas, entre outras, requer a mobilização de todos.

Para este guia foram necessários vários anos de trabalho de recolha e organização de informação por uma equipa que se tem dedicado ao estudo e conservação destes vertebrados e dos seus habitats. Nele são abordados inúmeros temas, desde os vários tipos de ecossistemas fluviais às características particulares dos peixes que neles habitam e ao valor que possuem no contexto científico, histórico, ornamental e cultural.

“Algumas espécies, como a lampreia-marinha, o sável, a enguia-europeia e o achigã, são bem conhecidas do público; mas muitas outras, como os barbos, as bogas, os escalos que vivem nos nossos rios, são praticamente desconhecidas da maioria dos portugueses. O valor destas espécies é incalculável, uma vez que são em muitos casos exclusivas dos rios ibéricos ou dos rios nacionais, o que reforça a importância da sua divulgação também do ponto de vista da conservação”, explica Maria João Collares-Pereira, coordenadora deste projeto e investigadora do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais – cE3c, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Ciências ULisboa).

O guia inclui a descrição de todas as espécies nativas residentes, migradoras e visitantes marinhas conhecidas à data, bem como das espécies exóticas presentes nos rios e albufeiras nacionais, num total de 62 espécies. A descrição de cada espécie é acompanhada de ilustrações científicas de qualidade ímpar na forma de aguarelas originais, da autoria de Claudia Baeta e de Pedro Salgado, e inclui mapas da sua distribuição em Portugal.

“Este guia é uma ferramenta de elevado valor prático e científico para os que se interessam pelos temas abordados, incluindo pescadores lúdicos e desportivos, técnicos e gestores ambientais, professores e alunos, para além do público em geral”, destaca Maria João Collares-Pereira.

Publicado pelas Edições Afrontamento, o Guia contou com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, através do cE3c e do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente - MARE, da Ciências ULisboa e do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, ambos da Universidade de Lisboa, da Universidade de Évora, da Biota – Estudos e Divulgação em Ambiente, e da Câmara Municipal de LisboaLisboa Capital Verde Europeia 2020.

Referência do Guia:

Collares-Pereira MJ (coord.), Alves MJ, Ribeiro F, Domingos I, Almeida PR, da Costa L, Gante H, Filipe AF, Aboim MA, Rodrigues PM e Magalhães MF. 2021. Guia dos Peixes de Água Doce e Migradores de Portugal Continental. Edições Afrontamento. Porto, 292 pp

Other Articles

  • Caravana AgroEcológica | Participação nos Encontros por uma Primavera Agroecológica - PrimaverAE2021

    Project Caravana AgroEcológica | Participação nos Encontros por uma Primavera Agroecológica - PrimaverAE2021

  • Dia Internacional das Florestas

    Project Como planear a floresta do futuro? Novo filme de animação para celebrar o Dia Internacional das Florestas

  • FCULresta: está a nascer uma floresta no campus da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

    Project FCULresta: está a nascer uma floresta no campus da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

  • Inquérito no âmbito do projeto JOBToc, dirigido a agricultores/as e entidades ligadas ao setor agrícola

    Project Inquérito no âmbito do projeto JOBToc, dirigido a agricultores/as e entidades ligadas ao setor agrícola

  • How to plan tomorrow’s forest? New animated film to celebrate the International Day of Forests

    Project How to plan tomorrow’s forest? New animated film to celebrate the International Day of Forests