News

Novo estudo explora as relações filogenéticas entre espécies nativas e endémicas da família de plantas Campanulaceae na Macaronésia

12/12/2017. Texto de Marta Daniela SantosNa imagem: Figura 1 do artigo, com a distribuição das espécies em estudo na região da Macaronésia.

Um novo estudo, agora publicado na revista científica Ecology and Evolution, clarifica a origem, diversidade genética e estatuto de conservação da família de plantas Campanulaceae, que ocorre na região da Macaronésia – que engloba os arquipélagos dos Açores, Madeira, Ilhas Canárias e Cabo Verde.

Maria Romeiras, investigadora do cE3c (FCUL), é uma das co-autoras deste estudo, em colaboração com investigadores do CIBIO (Açores), Instituto Superior de Agronomia e Universidade da Madeira.

O artigo encontra-se disponível aqui.


Tags: ESFE

Other Articles

  • Biologia e Geologia: como os líquenes permitem data superfícies rochosas

    Paper Biologia e Geologia: como os líquenes permitem data superfícies rochosas

  • Distanciamento social face à COVID-19 pode constituir uma faca de dois gumes para microbioma humano

    Paper Distanciamento social face à COVID-19 pode constituir uma faca de dois gumes para microbioma humano

  • Estudo explora relação entre vinculação entre mães e filhos e a toma de antibióticos na infância

    Paper Estudo explora relação entre vinculação entre mães e filhos e a toma de antibióticos na infância

  • Foram registados pela primeira vez sons produzidos por peixes no monte submarino Condor, nos Açores

    Paper Foram registados pela primeira vez sons produzidos por peixes no monte submarino Condor, nos Açores

  • Carros como ferramenta para monitorizar e proteger a biodiversidade

    Paper Carros como ferramenta para monitorizar e proteger a biodiversidade