News

Lançamento do Livro Vermelho dos Invertebrados de Portugal Continental

Os Livros Vermelhos são elementos cruciais para a conservação da biodiversidade do território e constituem ferramentas indispensáveis para a gestão da conservação da natureza por se basearem em conhecimento técnico-científico. Ao contribuírem para a identificação de prioridades de conservação, assumem um papel relevante como ferramenta no apoio à tomada de decisão e na definição de estratégias e ações de conservação.

O desenvolvimento do projeto da Lista Vermelha de Grupos de Invertebrados Terrestres e de Água Doce de Portugal Continental (LVI) foi fundamental para o cumprimento de obrigações legais nacionais e internacionais em matéria de conservação da natureza, permitindo ainda colmatar lacunas de cnhecimento sobre os organismos invertebrados de Portugal identificadas no Plano Sectorial para a Rede Natura 2000, estando em linha com as determinações da Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ENCNB) e do Quadro de Ações Prioritárias para a Rede Natura 2000 (PAF).

Transposta para o Livro Vermelho dos Invertebrados, assume-se assim como projeto vital para a avaliação do risco de extinção de cerca de 700 espécies selecionadas de vários grupos de invertebrados, onde se incluem insetos, aranhas, caracóis, lesmas, mexilhões de rio e crustáceos. No âmbito deste projeto, foi avaliado o risco de extinção de vários endemismos nacionais, de espécies raras e das espécies protegidas listadas na Diretiva Habitats.

Sob coordenação científica e executiva dos investigadores cE3c Mário Boieiro e Carla Rego, respetivamente, o LVI contou ainda com Patrícia Garcia Pereira, Pedro Cardoso e Maria José Caramujo enquanto líderes do estudo dos insetos, aranhas e crustáceos dulçaquícolas.

A sua apresentação pública decorre terça-feira, 18 de junho, pelas 17h30, na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, através do link disponível aqui.

O projeto decorreu em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. e foi financiado ao abrigo dos fundos POSEUR.

___________________

Nota por Rúben Oliveira, Gabinete de Comunicação cE3c.


Tags: IBBC TMB CSES red list invertebrates conservation portugal

Other Articles

  • Genotype to Phenotype  of the Immune Response

    Conference Genotype to Phenotype of the Immune Response

  • Assessing the wider implications of species extinctions: island birds and beyond

    Conference Assessing the wider implications of species extinctions: island birds and beyond

  • Citizen science “biodiversity apps” and connection to nature

    Conference Citizen science “biodiversity apps” and connection to nature

  • Monitoring for Resilient Forests - Needs, Gaps, and Way Ahead

    Conference Monitoring for Resilient Forests - Needs, Gaps, and Way Ahead

  • Sexual selection in plants: what happens after pollen land on the pistil?

    Conference Sexual selection in plants: what happens after pollen land on the pistil?