News

Prémio "2022 Early Career Researcher Award" da revista Parasitology para o artigo de João Gameiro e Jesús Veiga

Na imagem: estruturas artificiais, originalmente destinadas a recuperar as populações do peneireiro-das-torres (Falco naumanni) (Fotografia de João Gameiro)

Prémio "2022 Early Career Researcher Award" da revista Parasitology para o artigo de João Gameiro e Jesús Veiga

Parabéns João Gameiro e Jesús Veiga pelo prémio "2022 Early Career Researcher Award " para artigos publicados na revista "Parasitology", em 2021. Segundo esta revista os trabalhos vencedores refletem a excelência académica na área.

Neste trabalho, um grupo de Cientistas, liderado por João Gameiro do Centre for Ecology, Evolution and Environmental Changes - ce3c e por Jesús Veiga da Estação Experimental de Zonas Áridas de Almería (Espanha), estudou colónias de aves recentemente estabelecidas em estruturas artificiais de criação na Área de Proteção Especial de Castro Verde, Sudeste de Portugal . Estas estruturas artificiais, originalmente destinadas a recuperar as populações do peneireiro-das-torres (Falco naumanni), atraíram outras espécies de aves, criando colónias mistas de aves, que proporcionaram uma excelente oportunidade para estudar a influência de várias espécies de hospedeiros nas interações hospedeiro-parasita.

Amostrando mais de 250 ninhos em 30 colónias diferentes, a equipa concentrou-se nos quatro hospedeiros mais comuns: peneireiros, rolieiros (Coracias garrulus), estorninhos (Sturnus unicolor) e pombos-das-rochas (Columba livia). Eles estudaram como a abundância e a composição de ectoparasitas, entre moscas, ácaros e piolhos, variavam em função do tamanho da colónia, proximidade dos ninhos, espécies hospedeiras e número de ninhos de cada hospedeiro.

O estudo, publicado na "Parasitology", mostra que, ao contrário do que acontece em grupos monoespecíficos, o tamanho ou densidade da colónia não influenciou na composição ou abundância de parasitas em colónias mistas.

“Na verdade, é a identidade dos hospedeiros – se é um rolieiro ou um pombo, por exemplo – que mais influencia a composição dos ectoparasitas nessas colónias. Por isso, o número de ninhos de cada espécie de ave é o principal determinante da abundância de Carnus hemapterus: uma pequena mosca hematófaga que infesta muitas espécies de aves e o principal parasita encontrado nessas colónias”, explica João Gameiro. “Independentemente do seu tamanho ou densidade, uma colónia terá mais parasitas se for dominada por falcões, e menos parasitas se a colónia for dominada por estorninhos”, acrescenta.

“O que explica esses resultados é a suscetibilidade de cada espécie de ave a cada parasita. Espécies hospedeiras menos susceptíveis ao C. hemapterus, como os estorninhos, não atrairão tantos parasitas reduzindo a carga parasitária suportada por cada ninho da colónia”, acrescenta Jesús Veiga.

Este estudo mostra que o crescente contacto entre aves de diferentes espécies nessas colónias torna as interações entre ectoparasitas e seus hospedeiros mais complexas, desafiando o que se sabe atualmente sobre a relação entre parasitismo e sociabilidade.

Artigo: Gameiro, J., Veiga, J., Valera, F., Palmeirim, J., & Catry, I. (2021). Influence of colony traits on ectoparasite infestation in birds breeding in mixed-species colonies. Parasitology, 148(8), 904-912. doi:10.1017/S0031182021000470

 

Other Articles

  • Artigo do Público sobre o Projeto FCULresta

    Others Artigo do Público sobre o Projeto FCULresta

  • Prémio Tremplin Mariano Gago

    Others Prémio Tremplin Mariano Gago

  • 52 anos desde que começámos a celebrar o Dia da Terra, a 22 de Abril!

    Others 52 anos desde que começámos a celebrar o Dia da Terra, a 22 de Abril!

  • Prémio Fluviário 2021 – Jovem Cientista do Ano foi atribuído a Manuel Vieira

    Others Prémio Fluviário 2021 – Jovem Cientista do Ano foi atribuído a Manuel Vieira

  • 4º Dia Aberto de Produtores no Mercado de Santa Clara.

    Others 4º Dia Aberto de Produtores no Mercado de Santa Clara