News

FCT aprovou a criação do SMART FARM CoLAB, do qual o cE3c é parceiro

18/09/2018. Texto de Marta Daniela Santos. Fotografia de José Silvestre.

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) aprovou recentemente a criação do SMART FARM CoLAB - Laboratório Colaborativo para a Inovação Digital na Agricultura. O Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais (cE3c-FCUL) é uma das unidades de investigação parceiras deste Laboratório Colaborativo.

O SMART FARM CoLAB envolve mais de uma dezena de parceiros - entre instituições do ensino superior e empresas - e tem como objetivo criar soluções digitais e tecnológicas para o setor da agricultura. O cE3c é uma das unidades de investigação parceiras deste projeto através da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, juntamente com o BioISI – Instituto de Biossistemas e Ciências Integrativas e o IDL – Instituto Dom Luiz.

“Este Laboratório Colaborativo constitui uma enorme oportunidade para os investigadores do cE3c no que toca à interação com outros centros de investigação dentro da Faculdade de Ciências [da Universidade de Lisboa], e no posicionamento em áreas estratégicas para o país, como a sustentabilidade da atividade agrícola e a inovação dos processos e produtos com base no conhecimento produzido pela nossa investigação” destaca Cristina Máguas, coordenadora do cE3c.

O SMART FARM CoLAB irá ficar sediado nas antigas instalações do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), em Torres Vedras, e integra um total de vinte Laboratórios Colaborativos aprovados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, entre projetos de âmbito nacional e regional.

Recortes de imprensa:

Vida Rural – Fundação para a Ciência e Tecnologia vai financiar laboratório de soluções digitais para a agricultura

Público – Garantidos 50 milhões de euros para pôr empresas e universidades a investigar

Other Articles

  • Primeiro passo para a criação da Rede Portuguesa de Restauro Ecológico

    Project Primeiro passo para a criação da Rede Portuguesa de Restauro Ecológico

  • Exposição “Insetos em Ordem” chega a Santa Iria de Azóia

    Project Exposição “Insetos em Ordem” chega a Santa Iria de Azóia

  • Arranca amostragem pioneira no âmbito do projeto da Lista Vermelha de Invertebrados de Portugal

    Project Arranca amostragem pioneira no âmbito do projeto da Lista Vermelha de Invertebrados de Portugal

  • Primeira comunidade de energias renováveis em Portugal pode vir a nascer em São Luís, Odemira

    Project Primeira comunidade de energias renováveis em Portugal pode vir a nascer em São Luís, Odemira

  • Expedição à Antártida: líquenes como indicadores ecológicos de mudanças climáticas súbitas

    Project Expedição à Antártida: líquenes como indicadores ecológicos de mudanças climáticas súbitas