News

ALL NEWS

Como é que uma planta jovem, invasora, consegue superar as plantas nativas vizinhas?

14/12/2017. Texto de Marta Daniela Santos. Na fotografia: Acacia longifolia (fotografia de Catarina Costa).

Florian Ulm (cE3c-FCUL) explica num novo artigo de divulgação no Science Trends (disponível aqui) como o solo e os processos que nele ocorrem nos estágios iniciais da invasão têm um papel fundamental no estabelecimento das espécies invasoras. O artigo surge na sequência da publicação recente na revista Land Degradation & Development de um estudo dos estágios iniciais de invasão da Acacia longifolia (acácia-de-espigas), do qual Florian Ulm é primeiro autor.

Embora os efeitos das plantas invasoras num dado ecossistema só sejam visíveis após algum tempo, os processos que ocorrem ao nível do solo nos estágios iniciais de invasão desempenham um papel fundamental no estabelecimento destas espécies.

O artigo de divulgação agora publicado por Florian Ulm (cE3c-FCUL) no Science Trends (disponível aqui) surge na sequência da publicação recente do paper “How to outgrow Your Native Neighbour? Belowground Changes under Native Shrubs at an Early Stage of Invasion” na revista Land Degradation & Development.

Neste paper Florian Ulm, João Jacinto, Cristina Cruz e Cristina Máguas, investigadores do cE3c, analisam os processos no solo envolvidos nos estágios iniciais de invasão da Acacia longifolia (acácia-de-espigas), demonstrando que o seu potencial invasivo está associado ao seu uso estratégico de nutrientes, em que a troca de N (azoto) por P (fósforo) pode ser um componente importante.

Os resultados obtidos demonstram que as alterações no solo abrem caminho à invasão, ao estabelecer a relação entre a disponibilidade de nutrientes e a sua procura pelas plantas, favorecendo a espécie invasora e moldando o novo ecossistema.

Paper disponível aqui: http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/ldr.2768/full


Tags: ESFE

Other Articles

  • O tipo de vegetação dos parques urbanos e a sua manutenção determinam como os parques urbanos contribuem para melhorar o ambiente das cidades

    Paper O tipo de vegetação dos parques urbanos e a sua manutenção determinam como os parques urbanos contribuem para melhorar o ambiente das cidades

  • Novo estudo explora as relações filogenéticas entre espécies nativas e endémicas da família de plantas Campanulaceae na Macaronésia

    Paper Novo estudo explora as relações filogenéticas entre espécies nativas e endémicas da família de plantas Campanulaceae na Macaronésia

  • Alterações climáticas: segundo alerta da comunidade científica à humanidade

    Paper Alterações climáticas: segundo alerta da comunidade científica à humanidade

  • Machos e fêmeas de morcego respondem de forma diferente à modificação do seu habitat? Estudo é capa da revista Biotropica

    Paper Machos e fêmeas de morcego respondem de forma diferente à modificação do seu habitat? Estudo é capa da revista Biotropica

  • Morcegos, vírus e uma cultura de medo: a receita para o desastre?

    Paper Morcegos, vírus e uma cultura de medo: a receita para o desastre?