News

Maria Amélia Martins-Loução é a nova Presidente da SPECO

28/03/2017. Texto de Maria Amélia Martins-Loução, editado por Marta Daniela Santos.

Maria Amélia Martins-Loução, investigadora do cE3c e Professora Catedrática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), é a nova Presidente da Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO). A investigadora lidera a nova equipa de Direcção, que foi eleita em Assembleia Geral por um período de três anos, no passado dia 20 de março 2017.

Para além da presidente, a equipa directiva conta com mais quatro elementos: Cristina Máguas, Professora Associada da FCUL e investigadora do cE3c; Daniel Montesinos e Susana Gonçalves, investigadores do Centro de Ecologia Funcional (CEF) da Universidade de Coimbra; e Filipa Lacerda, gestora de ciência e tecnologia no MARE da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. 

A nova equipa pretende dar continuidade às actividades encetadas e, sobretudo, aumentar a visibilidade da SPECO na sociedade: "Vamos procurar alargar a nossa esfera de influência a nível nacional, através da descentralização de eventos e de actividades formativas nas escolas, de encontros científicos e debates sobre temas da actualidade", explica Maria Amélia Martins-Loução. 

Para os próximos três anos, a equipa pretende também implementar a participação em infraestruturas nacionais como a rede LTER (Long Term Ecological Research) e o consórcio do PORBIOTA (E-Infraestrutura Portuguesa de Informação e Investigação em Biodiversidade), no sentido de manter e reforçar o seu papel de relevo no conhecimento ecológico holístico das respostas dos ecossistemas perante as alterações globais. A nível internacional, a SPECO pretende solidificar os laços que tem criado junto das suas congéneres europeias, "com vista a colocar a Ecologia e os seus princípios nas agendas políticas e nas directivas europeias de ambiente", esclarece Maria Amélia Martins-Loução. 

Esta eleição marca o regresso da investigadora à Direcção da SPECO, da qual fez parte como sócia fundadora há 20 anos. Maria Amélia Martins-Loução é bióloga, doutorada e agregada em Ecologia pela Universidade de Lisboa e mestre em Comunicação de Ciência pela Universidade Nova de Lisboa. Foi Vice-Reitora da Universidade de Lisboa de 2006 a 2012, Directora do Jardim Botânico do Museu Nacional de História Natural, entre 2003 e 2009, Presidente da Direcção do Museu Nacional de História Natural de 2004 a 2006 e Presidente do Departamento de Biologia Vegetal da FCUL de1999 a 2003.Tem sido coordenadora, consultora e revisora de projetos a nível nacional e internacional. É autora de mais de 200 títulos (capítulos de livros e artigos internacionais) e de mais de 40 artigos de divulgação científica.

 

Press coverage: [InfoFCUL].


Tags: PSE

Other Articles

  • Portugal disponibiliza 150 mil euros para o Parque Nacional da Gorongosa, no âmbito do Programa de Cooperação com a ULisboa

    Others Portugal disponibiliza 150 mil euros para o Parque Nacional da Gorongosa, no âmbito do Programa de Cooperação com a ULisboa

  • As duas nomeadas por Portugal ao Prémio GBIF Jovens Investigadores 2019 fazem parte do cE3c

    Others As duas nomeadas por Portugal ao Prémio GBIF Jovens Investigadores 2019 fazem parte do cE3c

  • cE3c apoia 2ª edição do Concurso Anual de Fotografia em História Natural e Ciência, organizado pelo MUHNAC

    Others cE3c apoia 2ª edição do Concurso Anual de Fotografia em História Natural e Ciência, organizado pelo MUHNAC

  • cE3c marcou presença na 3ª edição do Prémio ECOTROPHELIA Portugal

    Others cE3c marcou presença na 3ª edição do Prémio ECOTROPHELIA Portugal

  • Rui Carvalho, estudante de doutoramento no cE3c, representa Portugal na Final Internacional do FameLab 2019

    Others Rui Carvalho, estudante de doutoramento no cE3c, representa Portugal na Final Internacional do FameLab 2019