News

Livro infantil sobre problema do excesso de azoto lançado a 5 de dezembro no Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva


Photos Gallery

29/11/2018. Texto de Inês Reis Santos e Marta Daniela Santos, edição por Ana Simões (Gab. Comunicação FCUL).

O livro infantil “A história do azoto, bom em pequenino e mau em grande”, criado no âmbito do projeto europeu NitroPortugal, é da autoria de Vanda Brotas – professora da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Ciências ULisboa) e investigadora do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) – e conta com ilustrações de Rui Sousa. O livro será apresentado ao público no próximo dia 5 de dezembro, pelas 18h00, no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, em Lisboa.

O convite para a criação desta obra surgiu no âmbito do projeto europeu NitroPortugal - Strengthening Portuguese research and innovation capacities in the field of excess reactive nitrogen, que ao longo dos últimos três anos estudou o impacto real do azoto em Portugal, propondo soluções que permitem diminuir a poluição causada pelo seu excesso no ambiente.

O livro infantil “A história do azoto, bom em pequenino e mau em grande” conta a aventura de um grupo de amigos na busca pela causa pela qual o lago onde se realiza o piquenique anual da turma se encontra poluído, e a sua luta por uma solução para reestabelecer a beleza ao lago da cidade.

“Os mais novos são a geração do futuro. É importante chegarmos a eles para criar um maior conhecimento sobre esta área e sobre os problemas associados ao ambiente e ao ser humano. Através deste livro, procuramos consciencializar este público mais jovem e ao mesmo tempo colmatar a falta de conhecimento que existe sobre o problema do excesso de azoto, algo que é abordado de forma bastante ligeira no plano curricular”, explica Vanda Brotas.

O lançamento do livro, em parceria com a Ciência Viva, contará com a presença da autora e de personalidades das áreas da Agricultura, Ambiente e Educação e inclui também uma prova de vinhos e azeites biológicos, bem como um beberete com baixa pegada de azoto, com o objetivo de sensibilizar para um consumo mais sustentável e amigo do ambiente. A entrada é livre mediante inscrição prévia.

O projeto europeu NitroPortugal é coordenado pelo Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa. A equipa inclui investigadores do polo de Ciências ULisboa do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais, do Centro de Ecologia e Hidrologia de Edimburgo, do Reino Unido e da Universidade de Aarhus, da Dinamarca.

Other Articles

  • Celebrar o Dia Mundial do Solo: balanço da edição de 2018

    Project Celebrar o Dia Mundial do Solo: balanço da edição de 2018

  • Projeto europeu NitroPortugal lança reflexão pública sobre poluição por excesso de azoto

    Project Projeto europeu NitroPortugal lança reflexão pública sobre consequências do excesso de azoto no ambiente

  • Modelar e avaliar alterações climáticas em ilhas europeias: primeira reunião do Grupo de Trabalho Local Açores do projeto SOCLIMPACT

    Project Modelar e avaliar alterações climáticas em ilhas europeias: primeira reunião do Grupo de Trabalho Local Açores do projeto SOCLIMPACT

  • Cerca de 2,5 milhões de dados do Portal de Biodiversidade dos Açores Universidade dos Açores publicados através do GBIF

    Project Cerca de 2,5 milhões de dados do Portal de Biodiversidade dos Açores Universidade dos Açores publicados através do GBIF

  • Banda desenhada portuguesa sobre alterações climáticas a concurso no Prémio “Best Climate Solutions 2018”: votações online decorrem até 15 de outubro

    Project Banda desenhada portuguesa sobre alterações climáticas nomeada para prémio internacional